Sociedade Padrão

Dia desse, na aula de artes, meu professor lançou uma discussão sobre o belo e  o bonito. Ele foi apresentando várias obras de artes, de vários artistas famosos e foi perguntando a nossa opinião. Depois de analisarmos várias obras começamos a discutir sobre padrão de beleza.

É claro que o principal padrão discutido foi a beleza feminina. Preciso contar qual que foi o padrão eleito pelo meu professor e colegas ? A mulher alta, magra, cabelo liso e comprido – até na cintura de preferência – e claro com o corpo definido. Restava alguma dúvida ?

Depois da discussão eu parei para pensar: eu sou baixa, tenho cabelo curto e cacheado, um pouco loiro mas nem tanto e sou magra, muito magra. Comecei a rir, não porque eu achei engraçada a minha situação ou porque ” era rir para não chorar “. O que me levou a rir foi perceber o quanto eu mudei a forma de pensar. Se eu tivesse assistido essa aula à alguns anos atrás eu provavelmente teria ficado meio chateada pela aparência que eu tenho, pelo fato de ser magra de mais ou por ter o cabelo cacheado.

Houve um tempo no qual eu era fissurada na minha aparência, passa horas alisando o cabelo e passando maquiagem para ” ficar mais bonita “. Hoje em dia não ligo tanto para isso, deixo meu cabelo natural e durante o dia uso só o essencial de maquiagem.

Não vou afirmar que sou mais feliz agora, poque isso implicaria em dizer que eu era triste antes, o que eu posso afirmar é que eu sou uma pessoa mais livre e satisfeita com a vida depois que me livrei dessa mentalidade padrão que a sociedade impõe.

Seguir esses padrões de beleza, principalmente quando você sofre para alcançá-los, é ir perdendo a essência aos poucos. Não quero dizer que ninguém deve alisar o cabelo ou andar sem maquiagem, até porque sou maquiadora. O que eu quero dizer é que devemos nos importar mais com a nossa felicidade e bem estar, do que com o jeito que nos usamos o cabelo ou com o que as outras vão pensar.

É preciso se libertar dessa sociedade padronizada e ser qualquer coisa que se deseja ser. É preciso amar mais as diferenças e ser feliz.

 

Anúncios

Obrigada pelo comentário ♥

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s