Muita calma nessa hora

Esses dias minha professora de história levantou um argumento do qual concordei plenamente em outras palavras seria o cuidado que temos que ter ao falar dos Brasileiros porque sim somos parte desse grupo e se estamos dizendo de um estamos falando de nós mesmos.

Entre reportagens que ando lendo, vi hoje um texto sobre da Tati Bernardi , mas nem é sobre ele em si, é sobre um comentário que li, sobre o Brasil em geral.

Confesso, reclamar do Brasil era meu passatempo preferido, reclama de tudo de todos, reclamava do que estava certo do que não estava, enfim uma “reclamona” incurável.

Mas tem aquele dia que você começa a se questionar e perceber que quando você se enquadra em um grupo e fala dele em geral você está falando de você. E assim quando digo Brasileiros, estou falando de mim também.

É muito fácil abrir a boca de dizer que Brasileiro não presta, que Brasileiro tem seu jeito de fazer as coisas e que no Brasil não se faz nada de bom.

Se o Brasileiro realmente não presta você também não. Mas nem é nisso que quero dizer, mas é que para de olhar para o Brasil, para sua nação como se fosse qualquer uma. Olha para sua nação como você olha para a vida. Tem problemas? Claro que tem e muitos aliás, mas também tem coisas boas sim, é só olhar para o lado. A gente vive cheia de exemplos de brasileiros que se destacam, que vão a luta, são nesses que temos que estar em mente e não naquela parcela que cada ato é um manual de como não se deve comportar.

Não eu não sou a pessoa mais perfeita do mundo e que posso julgar todo o mundo. Mas cada dia que vejo uma brasileira ou um brasileiro falando mal do seu país sem dó, nem piedade, me dá até refluxo. O Brasil é feito disso tudo e temos que pensar é nas coisas boas que temos, é a gentileza inesperada, no sorriso com o ônibus cheio, é o idoso sendo tratado com respeito. Quanto as coisas ruins, tente ser exemplo para elas e não simplesmente falar ao vento como se isso resolvesse alguma coisa, não resolve nada.

Muita calma nessa hora, vamos pensar antes de sair falando asneira, de Brasileiro reclamando já temos aos montes, cadê a gente para fazer a diferença?

Anúncios

2 comentários sobre “Muita calma nessa hora

  1. Concordo plenamente. Criticar o Brasil é fácil, o difícil e ir lá e tentar solucionar. Sempre que vou criticar algo, eu tento pensar “mas como eu poderia solucionar isso?” Não apenas falar “ah eu faria isso, isso e isso”, não, mas achar uma solução cabível. Às vezes me vejo criticando algo e, opa, eu já fiz isso ou faço isso. É muita hipocrisia! Porque é mais fácil criticar os outros do que a si mesmo, é mais fácil ver o erro nos outros do que em si, mesmo que faça parte deste erro. É bem mais fácil jogar a culpa nos outros do que levantar a mão e fala “sim, sou culpada.” E isso é uma droga!

  2. Só li verdades hehe, pois é, mas reclamar é mais fácil né? as pessoas estão acostumadas, mas é bom saber que ainda existem pessoas como você que pensam diferente! Obrigada pelo comentário! ❤

Obrigada pelo comentário ♥

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s